Livro diz que Ghosn queria lugar de Bill Ford




Um repórter do jornal Detroit News fez uma importante revelação que poderia ter mudado o rumo da Ford. Bryce Hoffman afirmou que o atual presidente executivo do conselho da Ford, Bill Ford, procurou Dieter Zetsche, hoje presidente da Daimler AG, e Carlos Ghosn, CEO da aliança Renault-Nissan, para comandar a montadora americana. A informação está no livro “American Icon: Alan Mulally and the Fight to Save Ford Motor Company”, assinado pelo próprio Hoffman.

Segundo a agência de notícias Automotive News, na época, o então vice-presidente executivo de RH da Ford, Joe Laymon, chegou a se encontrar com Ghosn em Tóquio. O executivo brasileiro se mostrou interessado com o convite, mas fez exigências que deixaram Laymon de cabelos em pé.

Após três viagens para o Japão, Laymon conseguiu convencer Ghosn a encontrá-lo em um restaurante. No meio do jantar, Laymon deu um envelope com a proposta de emprego de CEO à Ghosn. O executivo leu a mensagem e balançou a cabeça negativamente. Perguntado sobre o motivo da recusa, Ghosn alegou que não queria trabalhar para Bill Ford. Queria era assumir o cargo de CEO e também de presidente executivo do conselho, este ocupado justamente por Bill.

Laymon ligou imediatamente para Bill Ford, que, após saber da exigência de Ghosn, pediu que seu funcionário voltasse para Michigan.


curta e siga Quatro Rodas

Assine a newsletter Quatro Rodas

curta e siga Quatro Rodas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...