México está disposto a aceitar termos do Brasil, diz agência




O México se dispôs a aceitar as condições impostas pelo Brasil para revisar o acordo automotivo entre os dois países.

As autoridades brasileiras enviaram uma carta aos governantes mexicanos na última sexta-feira impondo cotas de exportações para equilibrar a balança comercial.

De acordo com reportagem da agência EFE, o México quer resolver logo o impasse. “Estamos dispostos a manter o diálogo fluído e, inclusive, podemos ser mais flexíveis em algumas das solicitações do Brasil”, afirmou Eduardo Solís, presidente da Associação Mexicana da Indústria Automotiva.

O acordo de cotas prevê que o México limite suas exportações em US$ 1,4 bilhão nos próximos três anos. O valor seria a média dos últimos três anos. Porém, Solís reiterou que após o período pretende retornar o livre comércio.

Além das cotas de exportações, o Brasil também deseja rever as disposições firmadas sobre conteúdo regional e exportações, já que o país quer aumentar o número de veículos pesados vendidos para o México.

Por fim, Solís criticou a política do Brasil e disse que os termos do acordo não são o maior problema para o país. “O acordo não é o causador dos problemas do Brasil. Eles dizem ter um problema de competitividade com suas exportações e se têm problema estrutural interno ou monetário, este instrumento não o resolve”, concluiu.

curta e siga Quatro Rodas

Assine a newsletter Quatro Rodas

curta e siga Quatro Rodas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...